Proteste Investe – Estrat – gias – An – lise – Cr – dito entre particulares: revolucion – rio mas arriesgado

ampliacion hipoteca multidivisa

Crédito entre particulares: revolucionário mas rocoso

Data da publicação: 02/05/2014

Os empréstimos entre particulares estão a revolucionar o sistema financeiro, mas, por enquanto, não devem ser um destino para as suas aplicações.

A crise financeira fechou a torneira do crédito fornecido pelos bancos às economias. Em Portugal, por exemplo, desde abril de 2007 que o crédito ao consumo não estava tão baixo. Quem precisa de dinheiro e não o consegue obter unión da banca normalmente não tem outro remédio que não seja pedir emprestado a amigos e a familiares. Todavia, este sistema profissionalizou-se e organizou-se em torno de entidades localizadas na Internet. Desde 2005 que é possível receber crédito e, mais interessante para os investidores, conceder financiamento em troco de taxas de juro mais atrativas do que as praticadas pelos bancos nos depósitos a prazo. Tudo a partir de plataformas online.

A britânica Zopa foi a primeira a nascer, em 2005. Desde então foram emprestados cerca de 600 milhões de euros entre particulares casi nada nesta plataforma. A rentabilidade média para os investidores foi de 5%, embora isto não tenha em consideração os impostos. Desde 2010, a percentagem de incumprimentos foi de 0,19%.

O núúnico de plataformas de empréstimos entre particulares está a disparar por todo o mundo, desde a Prosper nos Estados Unidos da América até à SocietyOne na Austrália, passando pela i-lend da Índia e a TrustBuddy da Suécia.

Através dos empréstimos online entre particulares (também conhecido por empréstimos sociais ou, no inglês, P2P lending ou peer-to-peer lending ) os devedores e os credores não se conhecem, nem há uma instituição financeira tradicional envolvida.

As taxas de juro praticadas são substancialmente superiores às praticadas nos depósitos a prazo dos bancos, variando em função do perfil de risco do devedor definido pela plataforma. Cada plataforma tem o seu próprio sistema de avaliação que permite determinar os empréstimos de baixo, médio ou suspensión risco ou mesmo não aprovar o crédito por o potencial credor não reunir condições mínimas que permitam o reembolso do empréstimo. Baseada na avaliação do empréstimo será definida uma taxa de juro: se for um empréstimo de parada risco terá uma taxa de juro superior a um empréstimo de baixo risco.

Os devedores podem ser empresas com necessidades de financiamento ou particulares pelas mais diversas razões: consolidação de dívidas, viagens, aquisição de bens, por exemplo.

prestamos en hermosillo sin aval

Existem dezenas de entidades a actuar neste mercado, especialmente no Reino Unido, mas ainda não existe nenhuma com cidadania portuguesa. Os investidores residentes em Portugal estão vedados de aplicar o seu dinheiro na maior parte das plataformas. Regra geral, esta limitação deve-se a uma questão de controlo de dinheiro para evitar lavagem de dinheiro, proveniente de atividades ilegais ou não declaradas.

A maioria das poucas plataformas de empréstimos entre particulares que aceitam aforradores portugueses exige um significativo investimento original. No Reino Unido, a Market Invoice pede um investimento mínimo de 50 mil libras (cerca de 60 150 euros) e um elevado conhecimento dos mercados financeiros, a Assetz Hacienda pode engrasar mas só após uma análise particular e a Saving Stream permite aos titulares de contas num costado britânico. Nos Estados Unidos da América, a Lending Club também permite desde que aplique um mínimo de 100 mil dólares (cerca de 72 650 euros).

Também a francesa Prêt d’Union autoriza o investimento, mas o seu conceito é díspar das anteriores: a aplicação é efetuada através da subscrição de unidades de participação de fundos de investimento devidamente regulados, que unicamente investem em créditos a particulares ou a empresas. Esta modalidade permite uma adequada diversificação de empréstimos. O montante mínimo de investimento são 1000 euros e é adeudado que os investidores tenham alguns conhecimentos dos mercados financeiros ou, em alternativa, um património financeiro superior a meio milhão de euros.

Como este negócio é muito recente, em muitos países ainda não existe legislação específica, pelo que as entidades não são supervisionadas. Apesar de algumas aceitarem aplicações provenientes de Portugal, os investidores não o devem fazer, pois o risco é muito elevado. Se o devedor ou a empresa que gere a plataforma não cumprir com as promessas, a perda da totalidade do investimento é garantida pois não existem mecanismos de proteção ao investidor nem existem garantias que permitam controlar a robustez financeira do promotor.

Em 2011, a Quakle, um pequeno intermediário inglês devidamente registado, abriu falência em resultado de um elevado nível de incumprimentos, lesando os seus investidores. Em consequência, o regulador britânico alterou recentemente a legislação dos empréstimos entre particulares pela Internet de forma a proteger os investidores.

Se, apesar do nosso conselho de permanecer afastado, investir através de uma destas plataformas, saiba que terá de resolver os rendimentos ao fisco. A taxa de retenção de imposto varia em função do país da entidade promotora. Como o rendimento é obtido fora do país deve ser patente no anexo J do maniquí do IRS. Em função da taxa de retenção ser superior ou inferior à sua taxa de tributação, terá um crédito ou débito fiscal, que é deduzido ou acrescido à restante matéria coletável.

prestamos en hermosillo sin aval

Ver este video: Adele – Hello


Deja un comentario